Tendências

O termo é novo, mas está cada vez mais em alta!

Destination Wedding é uma inovação que nós brasileiros adoramos. O destino pode ser luxuoso e, portanto, os noivos gastarão mais ou “normal”, oportunidade para economizar e inovar na celebração do casamento.

Destination Wedding  “normal”, está super em alta aqui no Rio de Janeiro, principalmente por conta dos altos custos que os noivos estão encontrando para realizar a celebração. Por este motivo, outras cidades estão sendo escolhidas para a celebração desse momento. Pode ser na praia, ou no campo.

Aqui no Estado do Rio, cidades como Búzios, Itaipava, Teresópolis, estão sendo muito procuradas para a celebração do casamento.

Eu acho lindo casamento na praia e no campo. Principalmente se tiver a ver com o casal, com a história dos noivos, sabe?

Essas comemorações em outras cidades são bem legais para personalizar itens, curtir ao ar livre e inovar nas decorações, além de poupar.

As observações/dificuldades sobre esse tipo de evento são a dificuldade de encontrar fornecedores na cidade escolhida, o número de convidados faltosos, infelizmente, por conta da distância, é maior e também é necessário pensar em hospedagens para os familiares e convidados. Não dá pra voltar pra outra cidade depois de se acabar na festa, né?!

Já o Destination Wedding luxuoso, está de se consolidando como forte tendência entre os casais brasileiros com maior poder aquisitivo. O destino escolhido geralmente é fora do pais, com poucos convidados e muito luxo. Ilhas gregas, Paris, Itália…

O legal desse tipo de casamento é que como são poucos convidados, não existe apenas uma comemoração e sim, várias. Na noite anterior que antecede o evento, no dia seguinte do evento… E muitas vezes, a lua de mel é aproveitada com todos os familiares e amigos queridos juntos, viajando.

O Destination Wedding era muito comum quando um dos noivos eram estrangeiros, agora está se tornando cada vez mais comum entre todos os casais.

Como os casamentos aqui no Brasil estão se tornando exorbitantes, casar fora nem está tão caro assim. :/ A não ser que os noivos decidam bancar a estadia, as passagens ou itens parecidos.

No Destination Wedding não existe essa obrigatoriedade. É claro que os noivos presenteiam os convidados com algum “mimo” além da festa, mas muitas vezes ainda sim, fica mais em conta.

A maior dificuldade, além da agenda dos convidados e de escolher o local, é fechar a lista de convidados!  Imagina convidar 25, 50 ou 60 pessoas apenas!?

Neste tipo de celebrações fora da cidade, o save the date (que eu sou fã!) tem que ser enviado com muita antecedência para que os convidados consigam se planejar. Não importa se o local escolhido é aqui no Brasil, ou fora dele!

E aí? Você quer poupar ou gastar um pouco mais?

Boa viagem e bom casamento!

 

destination3

destination5

destination4

 

destination1 destination2

Após o conceito do Mini Wedding ficar conhecido aqui no Brasil nos últimos anos, mesmo sendo super usal nos Estados Unidos e na Europa há muito mais tempo, agora ouvimos falar do Home Wedding.

O Home Wedding nada mais é do que um Mini Wedding, mas em casa! Ou seja, ainda mais intimista e acolhedor!

A ideia é celebrar a união do casal ao lado dos familiares e amigos super próximos.

A ideia de ser em casa é, principalmente, para deixar o clima ainda mais acolhedor, perfeito para os noivos que preferem uma celebração mais discreta.

A celebração pode ser na casa dos pais, dos avós, no salão gourmet do prédio ou até mesmo na nova casa dos noivos.No jardim ou na sala, com um juiz de paz ou celebrante, fica lindo!

Também é muito comum os noivos realizarem a cerimônia no cartório e receberem os convidados posteriormente em casa.

O conceito é exatamente como o Mini Wedding: uma celebração intima, romântica, personalizada para os noivos e caprichada em cada detalhe!

Já que o casal não precisa gastar rios de dinheiro em igrejas, clubes, móveis, etc, o bacana é focar nos detalhes e caprichar. Os detalhes podem (e dependendo da casa, devem!) ser até mesmo o da casa! Uma cômoda antiga, um espelho, uma mesa ou um lustre…

A ideia é que o casamento seja o mais parecido possível com a atmosfera do casal!

A não ser que a casa escolhida seja muito grande, o conceito é de reunir menos convidados, só os intimos mesmo.Por ter essência mais intimista, é ideal para uma lista de cerca de 60 convidados… Pois é, nem tudo pode ser perfeito… Risos!

A observação desta categoria de evento é, principalmente, em relação aos detalhes e acabamento da casa. É importante focar no detalhe, mesmo! Se necessário, retocar a pintura, corrigir erros no piso, no lavabo onde os convidados freqüentarão,na cozinha que receberá o buffet, etc. Home Wedding também não é sinônimo de economia, mas sem dúvidas, neste evento muitas economias são feitas (oba!).

Se eu já era apaixonada por Mini Wedding, imagina o Home Wedding… Que coisa mais fofa e acolhedora celebrar a união do casal desta forma!

Quando casei fiz um Mini Wedding e sou louca por esse conceito! Quem sabe em uma de nossas bodas não fazemos um Home Wedding bem romântico projetado pela Mimos e Design ;)

As duas primeiras fotos são de um Home Wedding que a Mimos produziu, as outras, inspirações retiradas da Web.

DSC_1225 (Medium) DSC_1226 (Medium)

042c6b8872e037f8bdfeb116d3808117 867880e1c337f64a3c0ea1c28c00a465 994dfafe05f02e3c10c3cf327940d812 55e3f1d1f47dbbfe0b76dc025544ccca

 Já há alguns anos, ouvimos falar nos Mini Weddings.

Muito usual nos Estados Unidos e Europa, virou tendência aqui no Brasil. Eu mesma fiz um Mini Wedding super romântico e reservado para nossos amigos e familiares em um restaurante que foi uma residência projetada em 1948. Na época, as pessoas nem sabiam direito o que era, pois era tudo muito novidade ainda e explicamos em nosso site o conceito.

Essa tendência surgiu, não só pelos altos custos dos grandes casamentos, (hoje casar virou um evento, literalmente!), mas principalmente pela nova característica dos noivos em fazer o casamento com uma lista de convidados menor,mais intimista, sem necessidade de ter que convidar aquela tia avó que você só ouviu falar, ou os amigos dos seus pais e em personalizar este momento. Quanto mais personalizado for o casamento, mais a cara dos noivos, mais fofo, mais íntimo e mais os convidados entrarão no clima com o casal!

Para mim, o bacana do Mini Wedding, é que os noivos podem (e devem) investir em detalhes charmosos da festa, personalizar itens, criar um ambiente romântico, chiquezinho e acolhedor, com muitos Mimos.

Um Mini Wedding pode ser realizado em casa, no campo, na praia, em um restaurante, no jardim da casa dos pais e pra mim, ao contrário de alguns blogs, não significa um casamento para poucos convidados, e sim, um casamento para convidados mais próximo, mesmo que sejam 150.

Uma observação é que não podemos confundir Mini Wedding com economia. Isso não necessariamente tem relação, pelo contrário. Você pode gastar o mesmo valor que gastaria num casamento para 200 pessoas num casamento para apenas 50.

Eu amei tanto esse conceito e nos realizamos tanto naquele momento, com todas as pessoas queridas ao nosso lado e tudo do nosso jeitinho, que após aquela data, surgiu a Mimos e Design, especializada em pequenos eventos e em mimar todos!

Eu sou completamente apaixonada por esse conceito! O conceito de não fazer nada para mostrar para alguém, apenas de celebrar a união do casal, o momento, a família e os amigos! ;)

A primeira foto é a do meu casamento, as outras, inspirações retiradas da Web.

Untitled

69bcf30894bf47c76cc75869a67b01df ec6aef146466dc2e5382a588644bad7d DG073